domingo, 26 de maio de 2013




É no olhar, sobretudo, que a amizade se confirma. 
É no jeito de olhar que nos reconhecemos no primeiro momento, nós, amigos recentes de longas datas. 
Isso porque amigo tem esse olhar bom: ele nos olha como se realmente quisesse nos ver, sem nenhum outro interesse que não seja a oportunidade boa e rara de partilhar amizade.
 Ele nos vê e permanece ao nosso lado, esse conforto que palavra alguma é capaz de traduzir. Esse detalhe grandioso que faz toda a mágica acontecer, porque amar é também a arte de cuidar com os olhos.

Ana Jácomo

quinta-feira, 16 de maio de 2013


Mas é preciso ter manha
É preciso ter graça
É preciso ter sonho sempre
Quem traz na pele essa marca
Possui a estranha mania
De ter fé na vida....

(Maria, Maria-Milton Nascimento)

Absurdos da medicina

Me formei em fisioterapia há um tempão, o que me fez ver de perto a triste realidade da área da saúde. E final de semana passado, senti essa precariedade na pele. 
Sábado, véspera do dia das mães, enquanto almoçavamos em um restaurante em Itajaí-SC, meu pequeno passou mal. Como estávamos próximos, fomos ao hospital infantil da cidade e chegando lá, durante o atendimento da pessoa que se dizia médica, ele passou mal novamente. A criatura resolveu medicá-lo com um remédio para vômito, e ignorou meu pedido para um exame mais elaborado. 
Como a roupa dele estava suja, o enrolei no lençol da maca e avisei a médica que iria até Balneário Camboriú por razões pessoais. Ela não se importou, apenas me pediu para devolver o lençol. 
Chegando ao hospital, meu filho foi prontamente atendido, necessitando de oxigênio, pois estava com baixa saturação e taquicardia (coração acelerado). Foi medicado e constatado, depois de estabilizado o quadro, que ele estava com pneumonia associado a uma crise de bronquite.
Infelizmente a certeza de impunidade impera em nosso país. E felizmente segui minha intuição de mãe e salvei meu filho do risco de ficar sob os cuidados de uma pessoa despreparada. 

Meu dia das mães

O cartão mais lindo do mundo é meu!