terça-feira, 24 de maio de 2011

“E quando tudo me aborrecer de verdade, 
quando eu ficar cansada de minhas neuroses e manias,
quando as pessoas estiverem demais distraídas, 
a paisagem perder a graça, a mediocridade instalar seu reinado e anunciarem o coroamento da burrice – vou espiar o letreiro que fala de uma riqueza disponível para qualquer um, e que botei como descanso de tela no meu eternamente ligado computador:

Escute a canção da vida.
 
Lya Luft, A riqueza do mundo

2 comentários:

Aline Soares disse...

Dane adorei sua visita!que bom que gostou do meu blog,fico feliz de saber que estou agradando..rsrsrs...ja sou sua seguidora...volte sempre!

Maysa disse...

Bela mensagem!
Boa sorte no sorteio!
bjs
http://maysameudocelar.blogspot.com/